28
maio
2013

Mais que funcional o implante dentário em pacientes geriátricos é sinônimo de autoconfiança.
As chances das crianças que nascem hoje passarem dos 90 anos de idade são cada vez maiores. Em lugares como o Japão e a França, as projeções mostram que a expectativa de vida deve chegar aos 100 anos. Por aqui, a evolução é menos expressiva, mas a tendência de alta é igualmente importante. A média de vida do brasileiro, que era de 47 anos na década de 1950, passou para 67,7 no final da década de 1990, e continua aumentando.

Devido a este crescimento da população idosa no país e o frequente problema de edentulismo (ausência de dentes), principalmente nesta faixa etária, a odontologia vem procurando novos recursos e técnicas para a reabilitação protética destes pacientes.
Nos últimos anos, os implantes dentários assumiram grande importância entre a população geriátrica, pois além de melhorarem a estética e a função, as próteses implanto-suportadas podem prevenir a perda de auto-estima e combater o isolamento social.

O fato de ser idoso não é uma contra-indicação para o uso de implantes. Muitos estudos demonstram que os problemas cirúrgicos ou protéticos encontrados em pacientes geriátricos são similares aos reportados em alguns pacientes jovens ou mesmo adultos.

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

  • SOBRE NÓS

    O CRO – Centro de Reabilitação Oral foi inaugurado em 1998, e desde então oferece atendimento especializado em diversas áreas da Odontologia. A clínica está sempre investindo em qualidade e novas tecnologias para satisfazer o bem-estar de seus clientes.

  • Entre em Contato

    Rua Balduíno Taques, 1020 – Centro
    Ponta Grossa – PR

    42 3224-4522
    42 9 8803-9193
    [email protected]

    Facebook